domingo, 5 de abril de 2020

Peter Thiel

Gravado em 17 de Janeiro de 2020, Peter Thiel, co-fundador do PayPal e Palantir; investidor inicial no Facebook, LinkedIn e SpaceX; e o fundador da Irmandade Thiel, que incentiva os jovens a abandonar a faculdade para iniciar seus próprios negócios, é entrevistado ao vivo no palco, diante dos membros da Sociedade Mont Pelerin. A conversa abrange a globalização, a ameaça contínua e crescente da China e o que os Estados Unidos podem ou não fazer, o que a ascensão de Bernie Sanders significa para o futuro do capitalismo americano, o "desarranjo" ( A frase de Thiel) do Vale do Silício, na última década, o flagelo do politicamente correcto nos campus das universidades e na sociedade em geral, e por que Thiel acha que devemos repensar a doutrina do excepcionalismo americano. "Acho que não vamos encontrar soluções dentro da camisa de força intelectual em que as nossas universidades na nossa sociedade nos colocam", sublinhou Peter Thiel. Este capitalista é muito inteligente... 

Sem Bernie prefere Trump

 Comediante e apresentador de um dos podcasts mais populares do mundo, Joe Rogan, disse  que prefere votar em Donald Trump do que em Joe Biden  nas eleições presidenciais de 2020, caso o ex-vice-presidente se torne o candidato democrata. Joe Rogam deu apoio público a Bernie Sanders. Esta conversa decorreu em 3 de Abril com o convidado Eric Weinstein, matemático, economista e director-administrativo da Thiel Capital. O popular comediante Rogan  disse  que "não podia" votar em Biden, acrescentando que o Partido Democrata "essencialmente nos tornou idiotas".Falando sobre Biden, Rogan também observou que o ex-vice-presidente “mal consegue falar” e “esquece o que está dizendo no meio da conversa”.

RIC WEINSTEIN: Eu acho que, em geral, as pessoas, quando não têm escolha, se expressam de maneira moronica.

JOE ROGAN: Quando eles não têm escolha - como assim?

WEINSTEIN: Eu quero uma escolha de um presidente real que seja viável. Eu não tenho um. Agora você vai me perguntar qual das pessoas inviáveis ​​você mais gosta?

ROGAN: Esse é o verdadeiro problema do Partido Democrata. Eles essencialmente nos tornaram idiotas com essa coisa de Joe Biden.

WEINSTEIN: Você pode imaginar?

ROGAN: Eu não posso votar nesse tipo.

WEINSTEIN: Não posso votar nele, não posso votar em Trump.

ROGAN: Prefiro votar em Trump do que em [Biden]. Eu não acho que ele pode lidar com nada. Você está confiando inteiramente no gabinete dele. Se você quiser falar sobre um líder individual que pode se comunicar, ele não pode fazer isso. E não sabemos como será ele depois de um ano no cargo.

kenny Schachter


Sting

Sting no Billiinaire Row


O músico britânico Sting acabou de comprar por 65,7 milhões uma penthouse no 220 Central Park South, o edifício Billionaire's Row em Nova Iorque, onde o capitalista de hedge founds Ken Griffin tinha comprado uma unidade no início deste ano por um recorde de 238 milhões de dólares.
O edifício, projectado por Robert AM Stern Architects e desenvolvido pela Vornado Realty Trust, possui apenas 116 unidades que estão sendo vendidas por um preço entre 13 e 39 milhões.
Sting comprou a penthouse com o seu nome verdadeiro, Gordon M. Sumner, fechando o contrato em 16 de Julho. Revestido com pedra calcária do Alabama Silver Shadow, o clássico edifício de estilo pré-guerra de Robert Stern, ex reitor da Escola de Arquitectura de Yale, projectou uma série de edifícios icónicos, possui uma villa de 18 andares e uma torre de 79 andares. O empreendimento tem vistas amplas para o Central Park. Com 67 anos, Stiong tem quatro filhos e é casado com actriz inglesa Trudie Syler. O casal vive em Nova Iorque há anos.

Larry David

Larry David vive barricado na sua casa no Pacific Palisades, em Los Angeles. "Ninguém entra aqui", disse . "Somente numa catástrofe de encanamento de emergência eu abriria a porta." Daniel D'Addario, principal crítico de TV da revista Variety, não acha que David seja o alvo da raiva da classe que atinge Hollywood, das celebridades atacadas que cobriram o Instagram com o vídeo “Imagine”e fotos das elegantes mansões compostos de quarentena, iates e banhos cobertos de pétalas como Madonna. Na verdade Larry David - o co-criador de Seinfeld, e criador e estrela de Curb Your Enthusiasm da HBO tem outro tipo de comportamento. Incentiva as pessoas a ficarem em ambientes fechados e a não cederem aos piores instintos como é o caso dos já chamados covidiotas.

sábado, 4 de abril de 2020

Joe Divison


Propaganda


Ataques ao 5G

As teorias da conspiração que ligam os mastros de telecomunicações móveis 5G com a disseminação da doença de Covid-19 foram criticadas por "absurdos perigosos" e "o pior tipo de notícias falsas" por funcionários do governo do Reino Unido. As teorias infundadas ganharam força recentemente, provocando aparentes ataques incendiários a mastros e levando os engenheiros que trabalham na infraestrutura de comunicações a serem ameaçados por activistas anti-5G. Apesar de estudos científicos concluírem repetidamente que o sistema de comunicação de alta velocidade não representa uma ameaça para os seres humanos, o medo 5G aumentou durante o surto de coronavírus. Uma infinidade de celebridades, incluindo os actores Woody Harrelson e Jason Gardiner e o boxer Amir Khan e a juíza britânica Amanda Talen estão entre os que compartilham as teorias da conspiração.O provedor de rede EE disse à Euronews num e-mail que os seus engenheiros estão  avaliando a causa de um incêndio num mastro em Birmingham que causou "danos significativos".
A empresa disse: "Se acontecer que foi um incêndio criminoso, o que parece provável neste momento, trabalharemos para ajudar a Polícia de West Midlands a identificar um culpado.
"Tirar deliberadamente a conectividade móvel num momento em que as pessoas precisam mais do que nunca de se manter conectado é algo imprudente, prejudicial e perigoso a se fazer.  Vários cientistas acusaram as celebridades como Woody Harrelson, Calum Best e Lee Ryan de inflamarem os ânimos nas redes sociais.

A imagem

Uma obra com o título de Thank you Silence do artista suíço Ugo Rondinone que vive e trabalha em Nova Iorque. Gosto muito desta

Sistema fem colapso


Os finlandeses alertaram que o estado de bem-estar social mais bem financiado do mundo está em colapso devido ao desemprego em massa provocado pelo coronavírus. Em 30 de Março, a Finlândia disse que estenderia a sua paralisação nacional até 13 de Maio a partir de 13 de Abril. "Parece que o distanciamento social estrito e as quarentenas estão funcionando, mas tem um custo económico enorme. Agora, estamos começando a aprender que o sistema de assistência social do país está quebrando e não pode lidar com o afluxo de desempregados". A Finlândia registou 1.615 casos confirmados de COVID-19 e 19 mortes, de longe, alguns dos números mais baixos quando comparado ao resto da Europa ."Há sinais de que restrições ao movimento civil  estão funcionando", disse Mika Salminen, directora de segurança da saúde do Instituto Finlandês de Saúde e Bem-Estar Social (THL), a jornalistas numa entrevista colectiva no dia 1 de Abril.
A Bloomberg observa que a Finlândia tem o melhor sistema de assistência social do mundo, que agora está começando a quebrar, já que o aumento nos pedidos de desemprego está sobrecarregando o sistema.E assim, em questão de semanas, 300.000 finlandeses perderam o emprego por causa de quarentenas. A troca está preservando a nação a longo prazo, enquanto lida com a dor económica de curto prazo.
A diretocra administrativa Sanna Alamaki disse e que o financiamento do sistema de assistência social não é a questão ac tual: é "que os pedidos de benefícios não podem ser processados ​​e, consequentemente, o dinheiro não pode ser pago com rapidez suficiente".

Jonathan Sumption

O ex-juiz da Suprema Corte Jonathan Sumption, QC, criticou a resposta da polícia ao coronavírus, dizendo que o país está sofrendo "histeria colectiva". Numa entrevista à BBC disse que" o verdadeiro problema é que, quando as sociedades humanas perdem a sua liberdade, geralmente não é porque os tiranos a tiraram. Geralmente é porque as pessoas renunciam voluntariamente à sua liberdade em troca de protecção contra alguma ameaça externa. E a ameaça geralmente é uma ameaça real, mas geralmente exagerada. É isso que temo que estamos vendo agora. A pressão sobre os políticos veio do público. Eles querem acção. Não param para perguntar se a acção funcionará. Não se perguntam se vale a pena pagar o custo. Querem acção de qualquer maneira. E quem estudou história reconhecerá aqui os sintomas clássicos da histeria colectiva. A histeria é infecciosa. Estamos trabalhando numa espuma em que exageramos a ameaça e paramos de nos perguntar se a cura pode ser pior que a doença.... Não sou cientista, mas é direito e dever de todo cidadão olhar e ver o que os cientistas disseram e analisá-lo por eles mesmos e tirar conclusões de bom senso. Todos somos perfeitamente capazes de fazer isso e não há nenhuma razão específica para que a natureza científica do problema signifique que devemos renunciar à nossa liberdade nas mãos dos cientistas. Todos nós temos faculdades críticas e é bastante importante, num momento de pânico nacional, que as devemos manter"

A vacina

 Bill Gates, segundo o Business Insider, está escolhendo os sete principais candidatos a vacina e desenvolvendo capacidade de fabrico para eles. “Embora acabemos escolhendo no máximo duas delas, vamos financiar fábricas para todas as sete, apenas para não perdermos tempo dizendo em série: 'OK, qual vacina funciona?' e depois construindo a fábrica ”, disse ele. Gates disse que testar e desenvolver a capacidade de fabrico simultaneamente é essencial para o rápido desenvolvimento de uma vacina, que Gates acha que pode levar cerca de 18 meses. "Serão desperdiçados alguns biliões de dólares na fabrico de construções que não são escolhidas porque outra coisa é melhor", afirmou Gates ."Mas alguns biliões gastos na situação em que estamos, onde há triliões de dólares ... sendo perdidos economicamente, vale a pena." A imagem é uma obra da artista brasileira Tarsila do Amaral intitulada  "Operários".

Colapso das economias

"Nas economias desenvolvidas, o sector de serviços - finanças, seguros, assistência médica, serviços profissionais como tecnologia, advocacia ou arquitectos e muitos outros, incluindo transporte, viagens, turismo, restaurantes, bares, clubes etc. - respondem por 60% para 70% da economia. O que estamos vendo agora é um colapso repentino do sector de serviços, além de uma vertiginosa desaceleração na fabricação. Hoje tivemos o primeiro vislumbre, da zona do euro, onde os bloqueios do COVID-19 foram impostos muito à frente dos EUA. E os dados da zona do euro divulgados hoje captaram os efeitos.
O PMI do IHS Markit Services para a zona do euro, que monitoriza como os executivos de empresas sem nome observam vários aspectos dos negócios na sua própria empresa, entrou em colapso de uma maneira totalmente sem precedentes.. O PMI de serviços de Março apresentou uma queda extraordinária desde o crescimento moderado em Fevereiro (52,6), passando pelo ponto mais baixo da crise financeira (39,2), até um nível horrivelmente baixo 26,4:Essa queda na actividade foi "abrangente na zona do euro", afirmou o relatório. Alemanha, França, Itália e Espanha - as quatro maiores economias da zona do euro - sofreram quedas acentuadas, com as quedas mais acentuadas atingindo a Itália e a Espanha. O trabalho recebido caiu em um ritmo recorde na série de dados, após cinco anos de crescimento, com a Itália e a Espanha sendo as mais atingidas....Na zona do euro, a manufactura está fraca e se contrai há 14 meses, diferentemente dos serviços. Mas nos últimos meses, o PMI se aproximou da linha de expansão, quando os bloqueios ocorreram. A cena está nublada, no entanto, pela maneira como os PMIs são estruturados (mais sobre isso em um momento). O PMI IHS Markit Eurozone Manufacturing , lançado há dois dias, caiu para 44,5 (abaixo de 50 = contracção) e, por pior que pareça, ainda era uma leitura mais alta que o final da crise da dívida do Euro e muito mais alta que o fundo de a crise financeira.
Padrões semelhantes estão agora se espalhando pelos EUA e outras partes do mundo, onde os confinamentos começaram mais tarde. Eles aparecerão nos dados à medida que avançamos. Actualmente, existem todos os tipos de estimativas circulando sobre o declínio da economia, medido pelo PIB, com efeitos similares de queda do precipício, dependendo de quanto tempo essa situação durar e de quão lentamente os confinamentos se soltarão e com que rapidez ou a economia volta à vida. Mas uma coisa está ficando cada vez mais clara: não haverá um momento repentino de volta ao normal. (Wolf Richter, editor da Wolf Street) .

sexta-feira, 3 de abril de 2020

Twitter Matt Taibbi


Matt Taibbi
@mtaibbi
Once more, with feeling: Adam Schiff announces a new congressional investigation into Trump, this t

Michael Raveles
·
2 de abr
Schiff é o Joseph McCarthy do século XXI.
ime about the pandemic response

Michael Raveles
Angry leftist, peace activist, anti-imperialist, free speech absolutist, Bernie & Tulsi Supporter. #FreeChelsea & #FreeAssange. My comments only rep me.

Michael Raveles
Vamos esclarecer uma coisa! Sou apenas um "democrata" registado desde o outono de 2015 e a única razão pela qual sou é eleger Bernie Sanders como o candidato Dem para POTUS. Se você acha que eu vou me curvar ao Dem estab, você pode ir se foder! Se Bernie está fora, também estou fora!🖕🏾

Palantir de Peter Thiel

Na última semana, a equipa dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) começou a fazer login num novo aplicativo da web. Promete ajudá-los a observar onde o COVID-19 está se espalhando e verifica como os hospitais estão bem equipados para lidar com o aumento nos casos do vírus fatal, segundo duas fontes familiarizadas com o trabalho. Segundo essas fontes, foi construído pela Palantir ,uma empresa de big data com valor de US $ 20 biliões, cujo trabalho de colecta de dados para a agência de imigração e fiscalização aduaneira dos EUA provocou críticas de grupos de direitos humanos.“Nos EUA, continuamos a trabalhar em estreita colaboração com nossos parceiros no HHS, incluindo o CDC, e entre as agências governamentais para garantir que eles tenham a visão mais abrangente, precisa e oportuna das informações à medida que o esforço de resposta do COVID-19 evolui”,disse um porta-voz da Palantir, a empresa de Peter Thiel.
Essa tecnologia daria ao CDC uma compreensão clara do que está acontecendo em uma determinada região dos EUA, seja em nível de estado, município ou cidade, em um único momento. A informação ajudaria o CDC a decidir onde alocar recursos, como máscaras e ventiladores, disse uma fonte. Isso poderia ser vital, dada a pressa de atender a uma necessidade generalizada e urgente de ventiladores , em particular.
Palantir é uma das várias empresas de tecnologia, incluindo Google e Oracle, que estão colectando  e analisando dados nos esforços para conter o coronavírus. Algumas ideias, como o uso de locais de telefones celulares para rastrear movimentos de pessoas , suscitaram preocupações de que, uma vez que a crise diminua, será mais difícil relaxar com o aumento da vigilância. A ferramenta de Palantir não usa nenhum dado de identificação pessoal neste momento, mas poderia ser usado no futuro, segundo uma das fontes disse à revista Forbes.

Como parar a infecção

O Dr. Dave Price, do Weill Cornell Medical Center, em Nova Iorque, compartilha informações cruciais sobre como podemos parar a disseminação e voltar ao normal a uma certa normalidade.
Sua experiência com o vírus e as pessoas infectadas nos últimos três meses deu a ele grande confiança em como não ser infectado.Regras para  se proteger e à sua família.

Leilão Sotheby´s



Até 8 de Abril está decorrer em Londres um leilão online de arte contemporânea na Sotheby`s, mas os preços permanecem muito baixos. Entre os nomes famosos ou em ascensão vemos katherine Bernhardt e Dana Shut aqui representadas.  Na ordem dos 3.000 libras. E um óleo sobre tela (flores) do artista russo Lavrentry Bruni que parte de 35 mil libras. Ultrapassa Gerhard  Ritchter,  Richard Prince e etc.

quinta-feira, 2 de abril de 2020

Cubanos ajudam França

O governo francês finalmente aceitou por decreto o envio de médicos cubanos para os seus departamentos no exterior. Um reforço bem-vindo para os médicos das Índias Ocidentais na luta contra o coronavírus, mas principalmente para preencher a falta de médicos franceses. E para Cuba, esta crise é uma oportunidade adicional para promover a sua medicina internacionalista. Os cubanos vão estar a ajudar na Martinica, Guadalupe, Guiana e Saint-Pierre-et-Miquelon que são territórios já muito afectados afectados.

A imagem

Uma obra da artista americana Jamian Juliano-Villani. O humor na arte.

Michael Sorkin (1948-2020)

O arquitecto americano, urbanista, teórico, autor e educador Michael Sorkin, que quebrou fronteiras, morreu em Nova Iorque, com 71 anos de complicações causadas pelo Covid-19. O seu trabalho abordou como a arquitectura poderia construir um mundo mais justo e equitativo e ele passou muito tempo fazendo planos não solicitados para melhorar a sua querida cidade de Nova York, onde vivia e trabalhava. Sorkin ensinou em várias escolas de prestígio em todo o mundo, desde a Architectural Association em Londres à Harvard University e à Cooper Union de NYC. No momento da sua morte, desempenhava o cargo de director do programa de pós-graduação em desenho urbano no City College de NewYork (CCNY). Numa nota publicada no New York Times em 28 de Março, o arquitecto e designer italiano Gaetano Pesce pronunciou-se sobre o legado do seu amigo: 'Uma mente correcta não política, uma personalidade muito singular, um espírito livre, Michael Sorkin deixa um grande e vazio"

Trabalhadores de Museus

Os trabalhadores das artes foram os mais atingidos pela pandemia de coronavírus. As suas instalações foram encerradas indefinidamente e muitos foram demitidas. Os trabalhadores do Museu Guggenheim, em Nova Iorque, negociam com a administração há quase um ano, depois de votar no verão de 2019 para ingressar no Local 30 da União Internacional de Engenheiros Operacionais. Mas, neste momento, a negociação é sustentada pela incerteza criada pelo vírus. Propuseram pagar aos funcionários em período integral os seus salários regulares até meados de Abril.
"As perguntas são sobre quem é pago e quando", afirmou um representante dos trabalhadores. A imagem é uma pintura de Henri Rousseau, um artista pós-impressionista.

Rafael Berrio (1964-2020)


O rocker espanhol Rafael Berrio morreu ontem em Donostia, a sua terra natal. Tinha 56 anos estava doente com cancro. Foi pioneiro do pop local, componente de bandas como UHF, Amor a Traición e Deriva. Nascido en San Sebastian em 1964, formou na década de oitenta o Donosti Sound e a Nueva Ola. Se sentiu atraído pelo movimento punk, gravou o seu primeiro EP con Shanti Records e actuou com o seu amigo Poch, também basco. Era um grande escritor de canções. Rafa, o poeta.

quarta-feira, 1 de abril de 2020

´Vale a pena ler

"As medidas anunciadas por Costa de “ajuda às famílias e empresas” linhas de crédito, com juros, inclusive nas moratórias de crédito à habitação para famílias, tudo com juros. Não são ajudas – são um novo resgate bancário, pago com as pensões dos portugueses. A isto junta-se a redução da TSU para as empresas, que é a parte dos empresários para a Segurança Social que deixa de ser paga ou é reduzida; e o Lay off, pago pela Segurança Social (reformas e pensões dos idosos e reformados), para mandar os trabalhadores para casa, com cortes salariais. Se Costa não tivesse anunciado este pacote de medidas, supostamente para ajudar “famílias e pequenas empresas” estas empresas, todas dependentes da Banca até para viverem 15 dias, iam entrar em incumprimento com a Banca, e a Banca ia falir. Sim, vivemos num país onde as empresas não conseguem sobreviver 15 dias sem a Banca – são na verdade empresas que só existem não porque são empreendedores, mas porque vivem dependentes da Banca. Um pequeno café de aldeia mandou os trabalhadores para casa e paga-lhes o salário completo dois meses...
Estamos a assistir a um resgate bancário gigantesco. Tanta gente nas redes sociais a assediar a jornalista Sandra Felgueiras, quando na verdade o que precisamos é de 100, 200 Sandras, ou seja, jornalistas que façam perguntas em vez de ser pé de microfone, acrítico, deste abismo. Também precisamos de um par de mais alguns intelectuais críticos, em vez de gritos ufanistas e nacionalistas contra holandeses e marcianos, clamando por um governo de unidade nacional de apoio a Costa e Rio. O Holandês mal educado, que é de facto, limitou-se a dizer a verdade dentro da UE daquilo que Costa também faz aqui, dentro das nossas fronteiras. Ou seja, a União Europeia, e cada um dos seus países, é um gigante banco privado, não é uma união dos europeus. É para isso que estamos aqui, explicou ele, não é para ajudar ninguém. Costa não fez diferente, só gritou alto, “como um estadista”, enquanto a Banca se salva, as pequenas empresas afundam, e os trabalhadores são lançados na miséria, com um subsídio financiando não pelas empresas ricas mas pela segurança social..." (Raquel Varela)-

Ler, ler

São dois livros que quero ler. A autobiografia de Wooden Allen que felizmente acabou por ser publicada e um novo livro sobre Andy Warhol da autoria de Blake Cpnik.

Más e boas noticias

As autoridades de saúde chinesas começaram na quarta-feira a reportar casos assintomáticos do coronavírus, como parte de um esforço para amenizar o medo do público de que as pessoas possam espalhar o vírus sem saber que estão infectadas por ele. Até agora, o número de casos assintomáticos conhecidos foi classificado e não está incluído nos dados oficiais, embora o jornal South China Morning Post, citando documentos oficiais não publicados, tenha dito recentemente que eram mais de 40.000. Num esforço para dissipar o medo do público sobre os casos ocultos do vírus, o governo ordenou nesta semana que as autoridades de saúde voltem sua atenção para encontrar casos assintomáticos e divulgar seus dados sobre eles.
 O Japão permanece à beira de um estado de emergência, à medida que a taxa de infecções por coronavírus continua a aumentar no país, disse o seu principal porta-voz do governo na quarta-feira., Yoshihide Suga, disse aos repórteres que controlar o vírus era uma prioridade e que o governo faria "o que for necessário" para minimizar o impacto económico depois que uma pesquisa nacional divulgada no início do dia mostrou uma mudança pessimista de sentimento entre os fabricantes por causa do coronavirus.
Segundo a Reuters, uma equipa de cientistas chineses isolou vários anticorpos que são "extremamente eficazes" para bloquear a capacidade do novo coronavírus de entrar nas células, o que pode ser útil no tratamento ou prevenção do COVID-19. Zhang Linqi, da Universidade Tsinghua, em Pequim, disse que um medicamento fabricado com anticorpos como os que a sua equipa descobriu poderia ser usado com mais eficácia do que as abordagens actuais, incluindo o que ele chamou de tratamento "limítrofe", como o plasma.

Mais populares

"A Pandemia aumentou a popularidade de Trump e de Johnson. O presidente dos Estados Unidos e o primeiro-ministro britânico entre os 10 líderes cujo índice de aprovação aumentaram" (Jim Pikard-Financial Times).
O presidente dos EUA inicialmente duvidou da gravidade da doença, comparando-a com a gripe sazonal e se recusando a divulgar directrizes de distanciamento social até duas semanas atrás. Nancy Pelosi, a presidente democrata da Câmara dos Deputados, disse que o atraso na actuação de Trump custou vidas. Mohamed Younis, editor-chefe do instituto de pesquisas Gallup, disse: "O aspecto preocupante para os democratas aqui é que o índice de aprovação do presidente subiu entre eleitores independentes e democratas, não apenas republicanos".
Angela Merkel  também teve um renascimento em popularidade como chanceler da Alemanha, juntamente com o presidente francês Emmanuel Macron e Scott Morrison, primeiro ministro da Austrália. Narendra Modi, primeiro-ministro da Índia, e do presidente Andrés Manuel López Obrador, do México também estão bem colocados.
A questão para muitos políticos e activistas da oposição é a rapidez com que esse salto no apoio aos governos durante a crise do coronavírus pode durar.

Fatima Al Qadiri

Fome em Itália

"Eles não estão mais cantando ou dançando nas varandas", disse Salvatore Melluso, padre da Caritas Diocesana di Napoli, uma instituição de caridade administrada pela igreja em Nápoles. “Agora as pessoas têm mais medo - não tanto do vírus, mas da pobreza. Muitos estão sem trabalho e com fome. Agora existem longas filas nos bancos de alimentos." Houve muito menos mortes por coronavírus no sul da Itália em comparação com as regiões do norte mais afectadas, mas a pandemia está causando um sério impacto nos meios de subsistência.
As tensões estão aumentando nas regiões mais pobres do sul da Campânia, Calábria, Sicília e Apúlia, à medida que as pessoas ficam sem comida e dinheiro. Houve relatos de pequenos donos de lojas sendo pressionados a dar comida de graça, enquanto a polícia patrulha supermercados em algumas áreas para impedir roubos. Os trabalhadores independentes ou aqueles que trabalham em contratos que não garantem benefícios sociais perderam salários e muitas pequenas empresas nunca mais vão reabrir.

Blanck Mass


Vacina rápida


A segunda maior empresa fabricante de cigarros do mundo afirma ter feito um "avanço significativo" na corrida para encontrar uma vacina contra o coronavírus e estaria pronta para iniciar a produção em massa dentro de três meses. A British American Tobacco (BAT) que fabrica Lucky Strike e Dunhill, disse que pode produzir até 3 milhões de doses de vacina por semana até Junho - muito mais rápido que os rivais, que esperam levar pelo menos um ano. A BAT pretende começar a testar a sua vacina em seres humanos o mais rápido possível. Está realizando testes pré-clínicos e mantendo conversas urgentes com as autoridades americanas sobre drogas para acelerar as permissões. O tratamento está sendo desenvolvido pela divisão de saúde da empresa, Kentucky BioProcessing (KBP), que já criou um medicamento para combater o Ébola. Alega ter encontrado um anticorpo que parece combater o Covid-19 e está fabricando isso usando plantas de tabaco geneticamente modificadas ...

Modelos marados

"A federação italiana de médicos tem uma mensagem para aqueles que constroem castelos no ar com base na modelagem teórica do Covid-19 e para aqueles credulos o suficiente para basear a política em tais modelos. "Quem está lidando com os números é incompetente ou vive num universo paralelo", disse Paola Pedrini, chefe do capítulo da federação na Lombardia, actualmente enfrentando o ataque pandémico. Os que morrem em casa ou em casas de repouso não estão sendo registados como mortes por coronavírus. O verdadeiro número de mortos é muito mais alto. "Não queremos que a confusão de dados oculte a responsabilidade geral pelo ' Caporetto ' do sistema de saúde italiano". (Ambrose Evans- Pritchard)

Qual a solução?

"Os problemas da Europa estão se multiplicando porque a premissa básica de como combater esse vírus e a deflação que está gerando são funcionalmente defeituosos. Mais dinheiro cair de helicópteros não é a solução. Libertar a Europa do euro é. E isso colocará a Itália no mundo pós-COVID-19 em desacordo com o resto da Europa. Ambrose Evans-Pritchard acrescenta mais cor  ao que aconteceu na reunião da semana passada com os líderes nacionais da UE, na qual ambos os lados da divisão fiscal se arrastavam.
O premeiro holandês Mark Rutte  tornou-se o porta-voz dos linha-dura - dando cobertura política à Alemanha - descartando categoricamente "coronabonds" de emergência ou outras formas de mutualização de dívidas. “Isso traria a zona do euro para um reino diferente. Você cruzaria o Rubicon numa zona do euro que é mais uma união de transferências ”, afirmou ele. "Somos contra, mas não somos apenas nós, e não posso prever nenhuma circunstância em que mudaríamos essa posição".
Enrico Letta, ex-primeiro-ministro da Itália e um fervoroso integracionista da UE, acusou a Holanda de liderar o grupo de "irresponsáveis" e de tentar "substituir o Reino Unido no papel de 'Doutor No'". O uso reflexivo do Reino Unido como uma folha retórica foge da verdadeira questão.
Não foi Londres que bloqueou as mudanças para a união fiscal na última década. Foi a Alemanha.
Pritchard traz à tona o fantasma de Matteo Salvini, de Lega, voltando à cena, especialmente quando o clima está entre os mais europeístas mais fervorosos, como o presidente italiano Sergio Mattarella.
Merkel esconde-se atrás da quarentena e deixa o primeiro-ministro holandês Mark Rutte falar por ela. E isso está levando os italianos ao ponto de não retorno.
O governo de Giuseppe Conte está perdido para combater o vírus. Foi ignorado pela UE quando solicitou ajuda que pagou quando isso começou. Como Pritchard salienta, a que finalidade serve a UE quando não actua para ajudar um membro em necessidade como deveria?
As duas maneiras de a Itália sair dessa situação é deixar o euro ou forçar o bloco do norte a mudar de posição . Mas isso tem que ocorrer na perspectiva de remover tantos obstáculos internos ao crescimento económico italiano, começando com o euro, mas implicando reformas muito mais amplas, que definitivamente não estão na agenda dos tecnocratas pós-keynesianos / MMT.
Os números das dívidas da Itália são uma grande partedo abismo e nenhuma quantidade de chantagem por eles, e a França fará com que a Alemanha concorde em resgatá-los. Discuti essas questões e mais detalhadamente com Alexander Mercouris, do  Duran, nesta série de vídeos que gravamos no final de semana, nos quais vinculamos o colapso da Europa a todas as outras coisas que estamos experimentando no mundo. agora mesmo. A maioria das economias da UE é fundamentalmente dificultada pela burocracia ossificada da UE, que é uma camada excessiva de burocracias domésticas. E, como tal, esses sistemas nacionais mal são capazes de agir normalmente de maneira coordenada, não menos ainda com a UE impondo seus feudos ao mesmo tempo diante de uma tensão esmagadora. Em todas as situações, o objectivo principal de todas as organizações é a sobrevivência. Tudo o resto é secundário. Quanto mais credível for a ameaça, mais extrema será sua resposta...
Mercados socializados com controlos burocráticos são incapazes de reagir em tempo real a mudanças rápidas das condições. Nenhuma quantia em dinheiro de helicóptero vai mudar isso. Nenhuma quantidade de tributação como ferramenta de engenharia social criará resultados preferenciais. Porque quando defende coisas desse tipo, está encarregando desses impostos as mesmas pessoas que os estão administrando mal agora. Nossos governos não são administrados por anjos. Essas são as mesmas pessoas mal informadas, mal educadas, tendenciosas, míopes e imperfeitas que todos os outros. Em suma, eles são humanos." ( Tom Luongo via Gold, Goats, 'n Guns blog),

terça-feira, 31 de março de 2020

Dois pesos...

"Por é que a grande media ignora a acusação de agressão sexual de Tara Reade contra Joe Biden? Em 14 de Setembro de 2018, o  The New York Times  informou a existência de uma alegação de conduta sexual não verificada contra Brett Kavanaugh, indicado pela Suprema Corte. A história citou três pessoas que leram uma carta enviada pela acusadora - Christine Blasey Ford - para a senadora Diane Feinstein (D-Califórnia). Ford não foi entrevistado para a história; de facto, ela não foi nomeada.
Relatos não confirmados de uma adolescente Kavanaugh agredido um Ford adolescente evidentemente mereciam cobertura do The Times. Isso gera uma pergunta óbvia: por que o queixa registado agora está se recusando a divulgar uma alegação muito preocupante contra o ex-vice-presidente Joe Biden? O Times  não está sozinho a esse respeito. Os principais meios de comunicação têm-se mantido silêncio sobre Tara Reade, um ex-membro da equipa então senador Biden, que a história de Reade  ganhou alguma cobertura em outros lugares, mais notavelmente de The Hill e The Intercept . Alguns sites de notícias de esquerda - The Huffington Post, Vox - escreveram sobre isso e, é claro, a media conservadora está por toda a história. Mas as maiores tomadas de impressão e TV tradicionais são, no momento, silenciosas.
Eu não sou o único a perceber isso. A Columbia Journalism Review observa que "os meios de comunicação da esquerda e da direita cobriram a reivindicação de Reade, mas as principais organizações de notícias a evitaram". Esse artigo está vinculado a uma matéria do The Guardian - parte de um recurso recorrente chamado "A Semana no Patriarcado" - que sugere que a media pode estar ignorando a história, porque as acusações de Reade serão "difíceis de provar". A  peça do Guardian reconhece que isso seria inconsistente com o modo como a acusação de Kavanaug foi tratada.
Como escrevi na semana passada , há um argumento para levar a acusação de Reade mais a sério do que a Ford, já que o comportamento descrito por Reade (agressão sexual penetrante durante os anos do Senado de Biden) é ainda pior do que o descrito por Ford.E, embora certamente seja verdade que existe actualmente uma pandemia global, essa não é uma boa desculpa para evitar discutir a Reade. De fato, há algumas razões para avançar rapidamente: o Partido Democrata nomeará Joe Biden como candidato à presidência, mas o senador Bernie Sanders (I-Vt.) Ainda está tecnicamente na disputa, e ele ainda defende que ele deveria enfrentar o presidente Donald Trump em Novembro. Se Biden é acusado ou não de agressão sexual é extremamente relevante para esse ponto de decisão que se aproxima rapidamente. Isso parece apenas um pouco menos urgente do que cobrir o suposto mau comportamento de Kavanaugh durante o período imediatamente anterior à sua confirmação ao Supremo Tribunal .Se a regra da mídia for essa - vamos proceder com extrema cautela ao revisar alegações de conduta sexual não verificada que tenham várias décadas de idade - então tudo bem. Mas essa é uma nova regra, não é?" (Robby Soave)

Nota- A revista Jacobin  de extrema esquerda no próximo vai trazer um artigo sobre Joe Biden e o seu comportamento ignóbil com as mulheres. É  a capa da revista.

segunda-feira, 30 de março de 2020

Despertar terrível


Todos os olhos estão no mercado de acções nas últimas semanas, pois reflectem os temores sobre a paralisação económica induzida por coronavírus e as esperanças de estímulos massivos. Foi um passeio de montanha russa. Peter Schiff disse em 27 de Março que há um problema ainda maior surgindo no horizonte que as pessoas não estão prestando atenção - a potencial destruição do dólar. Ele disse que os americanos estão sujeitos a um despertar doloroso. O Dow Jones terminou a sua melhor semana desde a Grande Depressão com uma queda de 915,39 pontos. Mas mesmo com essa grande queda, o Dow subiu cerca de 13% na semana, tudo com a força do espectacular rali de terça, quarta e quinta-feira. De facto, o Dow teve um mercado em alta condensado em três dias. Mas Peter disse que não era realmente um mercado em alta. Ele chamou de "correcção cruel num mercado de urso horrível".
Disse ainda que o mercado em baixa está "muito longe do fim, explicando como as acções do Federal Reserve e do governo dos EUA prepararam o cenário para desvalorizar o dólar . Ele disse que, com a resposta do banco central e do governo ao coronavírus, a  hiperinflação deixou de ser o pior cenário para o cenário mais provável. Um mercado em baixa do dólar pode mascarar alguns dos outros problemas da economia. Considere na década de 1970, o dólar caiu quase 70%. Isso significa que, embora as perdas nominais no mercado de acções na década não tenham sido terríveis, as perdas reais foram significativamente maiores. Foi uma destruição do valor das acções dos EUA e Peter disse que isso acontecerá novamente. Uma queda no dólar significa perdas em todos os activos denominados em dólar - acções, títulos, imóveis. Significa também inflação de preços e aumento das taxas de juros, o que reduz ainda mais o valor dos títulos. Peter disse que acha que o dólar será muito mais fraco nesta década do que na década de 1970. Ele acha que os EUA certamente estão começando a década numa posição financeira muito pior. ”
A principal razão pela qual o dólar caiu na década de 1970 foi porque os EUA caíram no padrão ouro. Mas o dólar permaneceu a moeda de reserva, apesar de não ter sido apoiado por nada. Durante os anos 80, os EUA tiveram o privilégio de poder emitir a moeda mundial sem ter que apostar em ouro. Isso basicamente nos deu uma licença para imprimir e estamos abusando desde então. ”
Peter disse que desta vez acha que o mundo vai chutar o dólar como moeda de reserva. Se isso acontecer, o dólar será apenas outra moeda. E isso significa que os americanos terão que respeitar as mesmas regras económicas que governam todos os outros. Isso significa que, se queremos consumir, precisamos produzir. Se queremos emprestar, temos que economizar. E os americanos terão um rude despertar. ”Peter disse que isso pode muito bem esmagar os sonhos de aposentadoria de muitos americanos. Com a erosão do poder de compra do dólar, a aposentadoria simplesmente não será uma opção para muitas pessoas.
A maioria dos americanos que já se aposentou, terão que voltar ao trabalho. E as pessoas que estavam pensando em parar de trabalhar, só terão que continuar trabalhando até morrerem, basicamente. A menos que você possa fazer algo agora para se proteger. Peter também falou sobre a aprovação do massivo projeto de estímulo. Ele disse que é possivelmente a lei mais socialista já aprovada. Basicamente, a América já é uma nação socialista. (Via Zero Hedge)

Bryan Ferry


Another Man


A AnOther Magazine Man comemora seu aniversário de 15 anos com o lançamento da nova edição que será disponibilizada como edição digital para leitura gratuita, pela primeira vez desde o lançamento da revista. A estrela de capa desta edição especial é o actor americano Jake Gyllenhaal  fotografado por Alasdair McLellan.  

Revistas (left)





Traições dos democratas

"A  globalização preparou o terreno para a pandemia de #COVID nos Estados Unidos e como os globalizadores contribuíram para  a sua disseminação entre si e entre a classe trabalhadora. Neste post O choque de coronavírus está destruindo os sonhos de aposentadoria dos americanos... O grande problema da campanha de 2020 é o fracasso da Teoria da Mudança de Sanders. Alguns tolos afirmam que “os eleitores democratas não queriam Sanders”, mas o objectivo da campanha de Sanders era trazer os eleitores da classe trabalhadora para o rebanho (“a classe trabalhadora multiracial e multi-geracional. Especulei sobre as razões dessa falha aqui (e aqui), mas de facto nunca saberemos até que os livros sejam publicados. Talvez a classr trabalhadora odeie os democratas pelas suas traições.Sanders teria que se envolver com sucesso com a classe trabalhadora, e não o fez. Pior, eles foram detidos pelo establishment democrata na noite das facas compridas de Obama. Para onde o movimento Sanders está indo neste momento, acho que ninguém sabe. (Vale lembrar que a Lista, a operação de media e a operação de prospecção (incluindo o Bern App) ainda são activos poderosos. E, para ser justo, Joe Biden pode enfraquecer a qualquer momento e dirigentes  democratas podem virar para Andrew Cuomo." (Via naked Capitalism)

domingo, 29 de março de 2020

O cronista

 Dá que pensar este novo lançamento de Bob Dylan, inspirado no assassinato de John Kennedy. O que nos quer ele dizer neste tempo de pandemia. Talvez con como escreveu alguém na revista Inrocks "A oportunidade de lembrar essa frase de um amigo de Lester Bangs, provavelmente em ácido: “John Stuart Mill não poderia ter se impressionado, mas Dylan poderia ter escrito um ensaio sobre a compreensão humana. Excepto que ele teria chamado como uma Rolling Stone". Ele diz na música que os assassinos de  kennedy mataram a alma da América. Há quem pense que Murder Most Foul ser

bobdylan.com

@bobdylan
Greetings to my fans and followers with gratitude for all your support and loyalty across the years.
This is an unreleased song we recorded a while back that you might find interesting.
Stay safe, stay observant and may God be with you.
Bob Dylanhttps://bobdylan.lnk.to/MurderMostFoulTA ... 

No Japão

A China anunciou a proibição de quase todos os estrangeiros que entram no país, num esforço para evitar uma segunda onda de infecções por coronavírus. No Japão, o primeiro-ministro Shinzo Abe recusou pedidos para bloquear cidades, citando as graves consequências económicas de uma ordem de permanência em casa. Bares, restaurantes e lojas em Tóquio lotada permanecem abertos, apesar de um aumento nos novos casos por lá. Oficialmente, o Japão tem mais de 1.400 casos confirmados, mas o número verdadeiro certamente será muito maior. As directrizes do governo para reabrir escolas são recebidas com sentimentos contraditórios, enquanto os residentes de Tóquio se preparam para um bloqueio suave neste fim de semana.
No meio da  crise desaúde pública, os residentes japoneses estão enfrentando mensagens contraditórias. Na semana passada, o governo anunciou que o fechamento escolar de um mês não seria estendido e chamou os municípios locais para decidir se reabririam ou não as escolas em áreas onde nenhum novo caso de coronavírus foi detectado. Isso foi seguido por novas directrizes de controle de infecção para as escolas, para ajudar a iniciar um novo ano académico a partir de Abril, em meio à pandemia global do COVID-19.
As directrizes recém-formuladas visam ajudar as escolas a evitar interrupções na aprendizagem e reduzir o risco de infecção, enfrentando três condições que podem levar a um surto: ventilação na sala de aula, conversas cara a cara e contacto próximo entre alunos e professores. As escolas têm a difícil tarefa de fazer as verificações diárias da temperatura, o uso de máscaras e o distanciamento social entre os alunos em todos os momentos.

Suécia Serena

Enquanto todos os outros países da Europa foram condenados a um bloqueio cada vez mais rigoroso do coronavírus, a Suécia permaneceu a excepção. Escolas, jardins de infância, bares, restaurantes, estações de esqui, clubes desportivos, cabeleireiros: todos permanecem abertos, semanas depois de tudo fechar na vizinha Dinamarca e Noruega. "As universidades foram fechadas e, na sexta-feira, o governo intensificou a proibição de eventos para limitá-los a não mais de 50 pessoas. Mas se você desenvolver sintomas, ainda poderá voltar ao trabalho ou à escola apenas dois dias depois de se sentir melhor. Se um dos pais começa a mostrar sintomas, eles podem continuar a enviar seus filhos para a escola. Anders Tegnell, epidemiologista estadual da Suécia, acredita que é contraproducente introduzir as restrições mais rígidas desde o início. "Enquanto o desenvolvimento da epidemia sueca permanecer nesse nível", ele diz ao Observer, "não vejo grandes razões para tomar medidas que as passoas só podem acompanhar por um período muito limitado".
A sua equipa da Agência de Saúde Pública da Suécia critica o artigo do Imperial College, que advertiu este mês que 250.000 pessoas no Reino Unido morreriam se o governo falhasse em introduzir medidas mais draconianas. Uma semana depois, Johnson ordenou que a polícia implementasse um bloqueio parcial para combater o vírus, dizendo às pessoas que "deveriam ficar em casa".Tivemos uma quantidade razoável de pessoas olhando para ele com cepticismo", diz Tegnell. “Eles acham que a Imperial escolheu várias variáveis ​​que deram um prognóstico bastante pessimista e que poderia facilmente ter escolhido outras variáveis ​​que lhe daria outro resultado. Não é um artigo revisado por pares. Pode estar certo, mas também pode estar terrivelmente errado. Na Suécia, estamos um pouco surpresos por ter tido esse impacto. ” (The Guardian)
 O Banco Mundial diz que a Suécia possui 2,6 leitos hospitalares por 1.000 habitantes, menos que os EUA (2,9), Itália (3,4), Alemanha (8,3) ou Japão (13,4). A Suécia acumulou ventiladores? Exactamente o oposto: “A Getinge da Suécia entregará 500 ventiladores para a Itália. .Se acreditar que o clima quente /húmido ajuda a manter o vírus sob controle, isso não pode ser um factor para a Suécia .
Tegnell até questiona se é desejável interromper o progresso do vírus. “Estamos apenas tentando desacelerar, porque essa doença nunca desaparece. Se você conseguir, como a Coreia do Sul, se livrar dele, até os coreanos dizem que contam com a volta dele. Parar com isso pode até ser negativo, porque você teria uma possível disseminação da doença e, depois de abrir os portões, existe a possibilidade de que o resultado seja ainda pior. ”Enquanto Tegnell entende que será responsabilizado se a Suécia acabar numa situação semelhante à da Itália, ele se recusa a entrar em pânico. "Eu não ficaria muito surpreso se acabasse da mesma maneira para todos nós, independentemente do que estamos fazendo", diz ele. “Não tenho tanta certeza de que o que estamos fazendo esteja afectando muito a expansão. Mas vamos ver".
Por que ainda não vimos os efeitos? Se um desligamento funcionar, a Suécia deve ter uma taxa de infecção per capita mais alta que a Dinamarca, já que a Dinamarca está desligada. Mas os relatórios da OMS mostram a Suécia com uma taxa de infecção mais baixa (a Suécia tem o dobro da população da Dinamarca). Por que não lemos sobre hospitais sobrecarregados na Suécia?

CIA recruta

Matt Taibbi
@mtaibbi
·
2 h
A ClA visa aumentar o recrutamento entre netsurfistas em quarentena. Seguro de saúde incluído! O fator Starship Troopers está aumentando https: // youtu.be/RvPRrIOa8Nw
Citar Tweet

CIA
@CIA
 · 26 de mar
Os alunos, enquanto praticam o #distance social , consulte as "10 principais razões" para se inscrever no programa de bolsas de estudos #CIA . Clique no link para saber mais sobre todos os nossos programas para estudantes:


Europe



Bob Dylan, único

Bob Dylan Lança música de 17 minutos inspirada no assassinato de John  Kennedy. Apoiado por piano, cordas e bateria abafada, "Murder Most Foul" reconta as filmagens do presidente dos EUA enquanto descreve a evolução da contra-cultura dos anos 1960. "Essa é uma música inédita que gravamos há um tempo que podem achar interessante. Fiquem seguros, fiquem atentos e que Deus esteja com vocês ”, postou Dylan no seu site, juntamente com um retrato de Kennedy, que foi morto  em Dallas.
Era um dia sombrio em Dallas, Novembro de 63.
Um dia que continuará infame O
Presidente Kennedy estava muito alto
Bom dia para viver e um bom dia para morrer

A partir daí, Dylan faz uma narrativa arrepiante do assassinato, preenchendo-o com observações clássicas de Dylan sobre o que tudo isso significa, misturando indignação, horror, humor e absurdo ao mesmo tempo:

Aconteceu tão rápido, tão rápido, de surpresa
Bem ali, diante dos olhos de todos. O
melhor truque de mágica de todos os tempos sob o sol
Perfeitamente executado, feito com habilidade

Wolfman, oh homem lobo, oh homem lobo uivar
Rub-a-dub-dub, é um assassinato muito imundo

Suicídio de ministro alemão


O corpo de Thomas Schäfer - ministro das Finanças do estado alemão de Hesse, foi encontrado próximo  da linha do comboio de alta velocidade  ontem na cidade de Hochheim, localizada entre Frankfurt e Mainz, segundo a DW, citando a polícia local .Os restos mortais de Schäfer, 54 anos, inicialmente não puderam ser identificados devido à extensão dos ferimentos após testemunhas denunciarem o corpo. Sua morte foi considerada suicídio pela polícia. Segundo a media, Hesse, apareceu regularmente em público nos últimos dias, por exemplo, para informar o público sobre assistência financeira durante a crise do coronavírus.

Contradições

 Surgiram temores de que Trump imporia uma quarentena total na área de três estados, incluindo New York e New Jersey, mas o presidente twittou que uma "quarentena não será necessária" (por enquanto).A decisão de Trump provavelmente é uma resposta à objecção do governador Andrew Cuomo, que disse que qualquer quarentena federal na região metropolitana de Nova Iorque causaria estragos no comércio e nos mercados e seria uma declaração de guerra contra os estados. "Seria caos e caos", sublinhou Cuomo ontem à CNN, respondendo à sugestão do presidente Donald Trump de que tal medida poderia ser feita muito em breve. "Não acho legal."
" O surto de coronavírus colocou muitos interesses um contra o outro na disputa por recursos. Mas alguns dos exemplos mais flagrantes de egoísmo comunitário até agora ocorreram no elegante Connecticut, onde uma cidade cheia de banqueiros e médicos ricos fecharam uma unidade através do centro de testes  e agora , A Universidade de Yale está no centro de uma controvérsia depois de se recusar a permitir que a cidade tenha acesso a qualquer uma de suas instalações (agora vazias) para ajudar a comunidade a combater o vírus.
No outono passado, um grupo de estudantes idealistas de Yale interrompeu o jogo de Yale-Harvard, uma das poucas tradições de que os habitantes locais realmente gostam, com uma longa "interrupção" para protestar contra as mudanças climáticas. Mas nessa questão do Coronavirus, eles ficaram estranhamente silenciosos, talvez porque estejam todos em casa vivendo no sótão dos pais agora.
Um repórter comentou no twitter que essa seria uma excelente oportunidade para os ex-alunos de Yale pressionarem a escola a fazer a coisa certa e ajudar a comunidade". (Zero Hedge)

sábado, 28 de março de 2020

New Order



A vida na Suécia


 A Suécia continua na "boa" como se nada fosse. Curtem os parques com cheiro primaveril, enchem as esplanadas. Vivem.  Nada de distanciamento social, de ficarem casa fechados. "Mantemos uma estreita cooperação com la comunidade científica e com especialistas da Agência de Saúde Pública", Tanto a sociedade como o comércio continuam funcionando. Para o dinamarquês  Lars Christensen, especialista en economia internacional, trata-se de una aposta "arriscada".Mas, por outro lado, eles estão arriscando menos financeiramente ", diz à BBC. "Quanto em termos de desemprego e produção você está disposto a arriscar para proteger talvez alguns cidadãos?". Acrescenta que, se um governo não quiser correr riscos, pode simplesmente confinar toda a sua população e implementar restrições de viagem para conter o surto, como fizeram países como Itália, França e Espanha , mas alerta que essas medidas têm "enormes custos económicos "

A cartilha da propaganda

"Os meios de comunicação mentirosos americanos estão sendo destacados com linhas propagandísticas que fariam Kim Jong Un corar, como o New York Times afirmando hoje que "o sistema médico americano é insuperável e seu sistema de saúde pública tem a reputação de ser um dos melhores do mundo". Podemos esperar com segurança que a media dos EUA fique ainda mais demente, à medida que expande a sua nova campanha de propaganda da Guerra Fria contra a Rússia e a China, que causa histeria" (Caitlin Johnstone- Medium).
E o que dizer dos jornais e dos pseudos comentadores televisivos? Preguiçosos e respeitinho é muito bonito à boa maneira salazarista veiculam os comunicados oficiais, sabujos lambem as botas ao  governo de António Costa, um aprendiz de feiticeiro com umas tiradas de circo pobrezinho, são uma vergonha. Sem sentido critico, sem ideias, sem capacidade de análise seguem bíblias com pés de vidro como o El País, The Guardian, New York Times. Jornais que seguem a ideologia neo-liberal mascarada de progressista.

Palantir ajuda NHS

A empresa de Peter Thiel está ajudando a misturar dados de saúde do Reino Unido num único sistema. O Serviço Nacional de Saúde da Grã-Bretanha (NHS) criou uma nova plataforma de dados que rastreia a equipa médica e os recursos para coordenar a resposta do coronavírus do Reino Unido.
O sistema visa misturar os vastos, mas fragmentados, conjuntos de dados do NHS para prever onde são necessários ventiladores, camas e equipas. Essa tarefa complicada foi confiada a uma das empresas de tecnologia mais controversas do mundo: Palantir , a gigante de mineração de dados de US $ 20 biliões, financiada pela CIA e usada pela imigração e fiscalização de clientes em ataques a locais de trabalho. A Palantir integrará uma variedade de informações de assistência médica num único repositório de dados por meio do software Foundry da empresa, uma ferramenta de integração de dados usada pelas agências de espionagem dos EUA para analisar a inteligência . O NHS introduziu uma série de medidas para proteger as informações. Todos os dados serão anonimizados e fornecidos apenas à Palantir de forma agregada. O governo também prometeu destruir todos os registos quando a crise terminar, segundo relata a BBC .
A Palantir foi fundada foi co-fundada por Peter Thiel, o doador bilionário Donald Trump que ajudou a criar o PayPal e o Facebook. Um investidor de risco inteligentíssimo. O trabalho da Palantir com agências de inteligência mostra que ele pode manter os dados seguros. Mas pode ser difícil abandonar o software quando a pandemia terminar.

Juan Branco

Juan Branco que acabou de publicar um livro sobre Julian Assange, diz no seu twitter:"Un patient  de 75 ans sans antécédents a-t-il été privé d’un lit en réanimation par manque de place en hôpital d’Ile-de-France. A AP-HP confirma a autenticidade do artigo do polémico advogado e reconhece "as tensões nos leitos de reanimação", lembrando as medidas tomadas para aliviar essas dificuldades. Perante o afluxo de pacientes com coronavírus na Ile-de-France, a equipa do hospital já começou a fazer escolhas dramáticas entre os pacientes a serem tratados como prioritários e aqueles a serem "sacrificados" por falta de meios para tratar todos? É o que afirma o advogado Juan Branco - recentemente divulgado no caso Griveaux -  num tweet e post no Facebook publicado na quarta-feira, acompanhado de uma foto que deve mostrar o prontuário médico do paciente em questão.
"Ao contrário do que o governo disse, pacientes sem histórico já deixaram de ser tratados em Ile-de-France. Penso que este é o primeiro documento deste tipo a ser tornado público. Foi-me enviado por um médico do AP-HP [hospitais públicos de assistência de Paris]. Observe que eles nem podiam testar o paciente em questão. A decisão, tomada na quinta-feira, colegialmente num hospital parisiense cujo nome não mencionarei, foi aplicada ”, diz Juan Branco, acrescentando que ele verificou essas informações.
Juan Branco,
@anatolium
·5 h
Haverá também perguntas sobre esses meios de comunicação, que, com excepção desse único jornalista, dos 20 Minutes não investigarão o assunto, contentando-se em transmitir as palavras de um poder à distância. Como se atrevem a se surpreender com a desconfiança que nasceu para com eles?

Subida de Trump

O índice de aprovação do presidente Trump subiu 5 pontos na última pesquisa da Gallup, correspondendo ao ponto alto da sua presidência, já que a maioria dos eleitores afirma ter uma visão positiva de como o presidente lidou com a pandemia do coronavírus. A nova pesquisa encontra a taxa de aprovação de Trump em 49% contra 44% na mesma pesquisa no início deste mês. O índice de aprovação de 49% é uma marca alta para Trump desde que assumiu o cargo. Ele atingiu a marca pela primeira vez no final de Janeiro, pouco antes de ser absolvido pelo Senado no seu julgamento de impeachment. O índice de aprovação do presidente permaneceu estável entre os republicanos (92%), mas ele ganhou 8 pontos entre os independentes (43%) e 6 pontos entre os democratas (13%). Uma sondagem do Washington Post-ABC News divulgada na sexta-feira revela que 48% dos eleitores votaram aprovam o trabalho que Trump está fazendo, contra 46% que desaprovam. As entrevistas diárias à imprensa do presidente, nas quais ele se cercou de especialistas em saúde, parecem estar sendo veiculadas ao público.
O repugnante-videirinho Costa também tem um índice de aprovação altíssima. Estranho.

Donuts Fauci

O Dr Anthony Fauci é considerado o maior especialista em doenças infecciosas da América. Serviu como consultor para todos os presidentes desde Ronald Reagan. É uma "estrela" que brilha nos   briefings diários televisionados do presidente Trump e da sua task force dos coronavírus dos EUA. Agora a imagem do Dr. Fauci surge nos Donuts Delite que começou a vender imenso os seus bolos de homenagem ao famoso imunologista, director de longa data do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas e cujo estilo de comunicação directo e comportamento calmo durante a pandemia do COVID-19 parece ter acalmado muitos americanos. Salvatore “Soccer Sam” Fantauzzo, CEO e fundador da Salvatore's: “Fauci é calmo, experiente e reconfortante num período em que nosso país precisa. É inspirador para ouvir. É um dos heróis da América durante este período desafiador. Além disso, ele é um Paisano! Queríamos homenagear um grande americano de origem italiana que está na linha de frente na luta contra esta pandemia. ”
Os donuts custam US $ 2,10 cada; US $ 11 por meia dúzia; US $ 20 por uma dúzia (mais impostos). Estão disponíveis para entrega, retirada ou entrega na calçada, incluindo "entrega sem contacto", em qualquer lugar do Condado de Monroe. As pessoas são incentivadas a fazer os seus pedidos com antecedência ligando para o café - aberto das 6 às 21 horas diariamente.

Opiniões


"Edward Snowden tem um aviso para aqueles que estão desistindo da liberdade por uma falsa sensação de segurança: as medidas temporárias de vigilância em massa implementadas serão tudo menos temporárias. Snowden diz que não vale a pena renunciar a essas medidas. "Nada é tão permanente quanto um programa temporário do governo, e o denunciante Edward Snowden está soando os alarmes sobre a vigilância em massa orwelliana que durará muito mais que essa pandemia de coronavírus. O ex-contratado da CIA, cujos vazamentos expuseram a escala de programas de espionagem nos Estados Unidos, alerta que, uma vez que essa tecnologia seja retirada da caixa, será difícil recuperá-la."Quando vemos medidas de emergência aprovadas, particularmente hoje, elas tendem a ser difíceis", disse Snowden em  entrevista ao Festival Internacional de Cinema de Documentários de Copenhague .A emergência tende a ser ampliada. Então as autoridades se sentem confortáveis ​​com algum novo poder. Eles começam a gostar. O poder corrompe. Sempre será. assim. Mas as pessoas se acostumaram com as autoridades do governo dominando-as, roubando seu dinheiro e dizendo-lhes o que fazer. Fomos transformados em escravos do governo, e Snowden diz que só vai piorar.
Os serviços de segurança em breve encontrarão novos usos para a tecnologia. E quando a crise passar, os governos podem impor novas leis que tornam as regras de emergência permanentes  e as  exploram para reprimir a dissidência e a oposição política .Aceite as propostas  para monitorar o surto rastreando os dados de localização do celular. Isso pode ser um método poderoso para rastrear a propagação do vírus e os movimentos das pessoas que o possuem. Mas também será uma ferramenta tentadora para rastrear terroristas - ou qualquer outro inimigo em potencial dos estados. Até agora, esse vírus tem sido uma desculpa da classe dominante para instituir uma tirania permanente. Como afirmei antes, tenho muito menos medo desse vírus do que a resposta do governo a ele. Snowden também. Ele está especialmente preocupado com os serviços de segurança que adicionam inteligência artificial a todos os outros aparelhos de vigilância que possuem. "Eles já sabem o que você está vendo na internet", disse ele. “Eles já sabem para onde seu telefone está se movendo. Agora eles sabem qual é a sua frequência cardíaca, qual é o seu pulso. O que acontece quando eles começam a misturar isso e aplicar inteligência artificial a ele? " ( Mac Slavo via SHTFplan.com)