quarta-feira, 5 de outubro de 2022

Censura


A jornalista independente de esquerda e podcaster Katie Halper foi censurada e demitida pelo jornal de Washington DC The Hill por um vídeo monólogo que ela fez dois dias antes defendendo a recente caracterização de Israel pela representante dos EUA Rashida Tlaib de Michigan como um “governo do apartheid”. Halper explicou que gravou o vídeo de opinião para o programa de TV “Rising”, um programa para o qual ela contribuiu como apresentadora convidada durante três anos.

terça-feira, 4 de outubro de 2022

Balenciaga

Summer 2023 no Paris. Fashion Week.  Apocalíptico. Na coleção e no espetáculo soberbo do desfile sente-se um vibe de guerra. Santiago Sierra , um artista espanhol que regularmente provoca polêmica com as suas peças provocantes, desenhou a passarela enlameada para o desfile da Balenciaga no último fim de semana. Esse programa ganhou aplausos de críticos de arte como Vanessa Friedman, do New York Times , que relatou na sua crítica que Sierra tinha utilizado 275 metros cúbicos de lama que ele havia transportado de um pântano de turfa francês.

Demna Gvasalia o designer que dirige a Balenciaga, disse que o cenário deveria ser sobre “cavar a verdade e estar no fundo da terra”. O rapper e designer de moda, Kanye West abriu o desfile de primavera de 2023 da casa de luxo espanhola. Desceu a pista cheia de lama no Parc des Expositions, vestindo uma jaqueta de estilo militar adornada com um patch de "segurança" e calças de couro pretas combinando, com o capuz da jaqueta.

Demna pretende através da moda evocar a desigualdade crescente, o retorno do fascismo, a ameaça real de uma guerra nuclear. 

sábado, 1 de outubro de 2022

Greves e manifs


 Cerca de 250.000 trabalhadores marcharam na França a pedido dos sindicatos nacionais num dia de mobilização pelos salários, manifestando uma crescente raiva pelo perigo de fome e frio neste inverno, causado pela guerra da NATO contra a Rússia. A manifestação faz parte de uma mobilização internacional dos trabalhadores impulsionada pela inflação, a crise energética e o perigo de uma guerra em grande escala entre. Uma onda de greves está varrendo a Grã-Bretanha, onde estivadores, professores e funcionários dos correios estão em greve. Na Espanha e na Turquia, trabalhadores de assistência e trabalhadores industriais estão em greve. Na França, várias refinarias estão paralisadas. E Macron discute uma nova reforma para reduzir as pensões.

sexta-feira, 30 de setembro de 2022

A CIA na jogada


 Segundo informações da revista alemã Der Spiegel, publicadas na terça-feira (27), a CIA, agência de inteligência dos EUA, alertou Berlim sobre um possível ataque a gasodutos no mar Báltico há algumas semanas. Ontem o presidente da Rússia, Vladimir Putin, classificou o ataque aos gasodutos Nord Stream 1 e Nord Stream 2 como um "ato de terrorismo internacional" e informou que vai levar o caso ao Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU). Um texto publicado pela revista Sea Power, meio oficial da Marinha dos EUA, na metade de junho deste ano, traz alguns detalhes significativos sobre as ações da Organização do Tratado do Atlântico Norte exatamente na região onde ocorreram as explosões. Sob pretexto de caçar minas no mar Báltico, a Marinha dos EUA testava "tecnologias emergentes" nos arredores da ilha dinamarquesa, dentro do programa militar chamado de Baltops (Operações no Báltico).

Estupidez de falcões


 O Departamento de Defesa anunciou que os Estados Unidos e seus aliados pensam “expandir a base industrial das suas nações” visando a construção de bombas, foguetes e artilharia para a guerra com a Rússia na Ucrânia. Em nome de “fornecer apoio de longo prazo à Ucrânia”, as principais potências imperialistas do mundo estão aumentando massivamente a sua produção de guerra de “fogos de longo alcance baseados em terra, sistemas de defesa aérea, munições ar-terra”. O New York Times chamou o anúncio de um “ponto de virada para os aliados que armam a Ucrânia” e um “sinal de que os Estados Unidos e seus aliados acreditam que os combates na Ucrânia durarão anos”.

Anne Applebaum, a agente


 Na segunda-feira, ocorreu uma série de ataques aos gasodutos Nord Stream I e Nord Stream II , que têm capacidade de transferir gás natural da Rússia para a Alemanha. Acabar com o projeto do gasoduto Nord Stream II foi um dos principais objetivos dos Estados Unidos na tentativa de provocar uma guerra com a Rússia.
Embora nenhum estado tenha assumido a responsabilidade pelos ataques, Radosław Sikorski, ex-ministro das Relações Exteriores da Polônia e marido da agente estatal americana Anne Applebaum, twittou: “Obrigado, EUA”, antes de excluir o tweet.

"A neocon Anne Applebaum e os russos malvados. Mais de um quarto de século após o fim da Guerra Fria, ela não consegue se livrar daquele sentimento histérico de que “os russos estão chegando, os russos estão chegando!” Applebaum é, como a maioria dos neocons, uma defensora da teoria de que o governo dos EUA precisa gastar mais dinheiro para combater a ameaça do mês. Geralmente é a Rússia ou Putin. Mas também pode ser China, Irão, Assad, Gaddafi, Saddam, etc".  Não há dúvida de que Applebaum acredita sinceramente que Putin quer destruir as nossas instituições democráticas, mas também há uma maneira mais pedestre de entender a sua obsessão sem fim: vale a pena exagerar grandes ameaças. De fato, de acordo com uma divulgação obrigatória do governo polaco (seu marido foi ministro da Defesa e das Relações Exteriores da Polônia antes de ser forçado a sair em desgraça após um escândalo de espionagem). Applebaum  exige transparência para todos os outros enquanto a rejeita para si mesma. Uma declaração de renda obrigatória recente de seu marido ao governo polaco mostra que a sua renda disparou de US$ 20.000 em 2011 para mais de US$ 800.000 em 2013. Nenhuma explicação foi dada para esse fluxo maciço de dinheiro, embora vários empreendimentos nos quais ela participa sejam ligados à CIA e às organizações afiliadas ao National Endowment for Democracy. Poderia Applebaum ser um desses propagandistas bem pagos de quem ela reclama com tanta violência?"
 

quinta-feira, 29 de setembro de 2022

Ataque terrorista?


O  kremlin admite que incidente do Nord Stream pode ser um ataque terrorista. Quando perguntado se Moscovo buscaria uma investigação internacional, Dmitry Peskov disse que "tudo vai depender da situação." Pescov acrescentou: "Ao mesmo tempo, a natureza sem precedentes deste evento - parece que se trata de algum tipo de ataque terrorista, possivelmente em nível estadual -, obviamente, exige uma cooperação muito ativa e intensa. Esta é uma situação extremamente perigosa que requer investigação urgente. "

terça-feira, 27 de setembro de 2022

Na mouche


 François Ruffin é a má consciência da esquerda francesa? No seu último livro, o ex-jornalista, que se tornou deputado da La France insoumise (LFI) neste departamento desde 2017, faz a pergunta que irrita parte de seu campo político: por que, de eleição em eleição, as classes trabalhadoras preferem se abster ou votar na extrema direita em vez da esquerda?

Claro que o deputado da LFI faz “homenagem” no seu livro a Jean-Luc Mélenchon que “mostrou o poder” a uma nova geração política. Ele concorda que a linha do líder dos “rebeldes” seduziu em “bairros populares” e “jovens verdes” . Mas não permitiu que a esquerda tivesse maioria no país, por falta dos votos da “França dos “coletes amarelos”, das cidades, da França periférica”. Porque, nesta França popular, que não vive nos centros das cidades nem nos subúrbios das metrópoles, mas nas cidades médias e rurais que sofrem desde os anos 1980 com o fim da indústria, o fecho de lojas e o desaparecimento de serviços públicos, a esquerda é vista mais como o partido dos benefícios sociais do que do trabalho.."

segunda-feira, 26 de setembro de 2022

Snowden é cidadão russo


 Na segunda-feira, a mídia estatal russa divulgou uma manchete explosiva e um novo desenvolvimento sobre o destino de Edward Snowden: "Putin assina decreto concedendo a Snowden a cidadania russa", segundo a estatal RIA Novosti. A TASS também está relatando que Putin deu a Edward Snowden a cidadania russa. De acordo com o Sputnik da Rússia , "o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, também confirmou que a cidadania russa foi concedida a Snowden a pedido deste ".

domingo, 25 de setembro de 2022

Os interesses


 

USA assuma


 Logo após o discurso do presidente russo, Vladimir Putin, anunciando a mobilização parcial das forças nacionais para a operação na Ucrânia, que incluía uma sugestão de disposição de recorrer à defesa nuclear da integridade territorial da Rússia, o almirante da Marinha, Charles A. Richard - que atualmente atua como Comando Estratégico dos EUA chefe - confirmou que o Pentágono está levando a sério a ameaça nuclear russa. 

 Dimitry Medvedev também invocou o alcance das armas hipersônicas da Rússia, dizendo : "Vários idiotas aposentados usando a insígnia de um general devem saber melhor do que tentar nos assustar com especulações sobre um ataque da OTAN na Crimeia. A retaliação hipersônica é capaz de atingir alvos na Europa e os Estados Unidos muito mais rápido, é garantido ". Ele acrescentou que "o establishment ocidental e, em geral, todos os cidadãos dos países da OTAN precisam entender que a Rússia escolheu seu próprio caminho. Não há como voltar atrás".

"A crise na Ucrânia não será resolvida sem um acordo entre a Rússia e os Estados Unidos, não importa o que os outros países pensam sobre o assunto, disse numa entrevista à Sputnik o primeiro-ministro húngaro Peter Szijjarto." (Imagem do artista David Shrigley)

Arrogância de Washington


 "Na quarta-feira, o Washington Post encorajou a Casa Branca a continuar a escalar a guerra pela Ucrânia, o que Biden e o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, deixaram claro que fariam em discursos perante as Nações Unidas nesta semana. “Putin está ficando desesperado”, escreveu o conselho editorial do Post . “A Ucrânia e o Ocidente devem manter a pressão.” Citando as ameaças de Putin de usar armas nucleares, o Post concluiu: “A única coisa pior do que não se preparar para que Putin cumpra suas ameaças seria ser intimidado por eles”.

O que significa para os Estados Unidos não serem “coibidos” – ou, como outros disseram, “dissuadidos” – pelo perigo real de uma guerra nuclear? Isso significa que a classe dominante americana perseguirá a escalada da guerra, independentemente das consequências. Ao medir os custos da escalada, que poderia levar à aniquilação da civilização, contra as consequências da acomodação, eles decidiram que o risco de uma guerra nuclear é o resultado preferível.

A esse respeito, deve-se ressaltar que, embora toda a discussão na mídia seja sobre a possibilidade de a Rússia usar armas nucleares, continua sendo um fato histórico que o único país a usar tais armas na guerra são os próprios Estados Unidos. Se a classe dominante americana não for “dissuadida” de uma escalada que poderia provocar uma resposta nuclear, o que a impediria de preparar um ataque “preventivo”? A doutrina militar americana nunca descartou essa possibilidade" ( André Damon )

sábado, 24 de setembro de 2022

sexta-feira, 23 de setembro de 2022

quinta-feira, 22 de setembro de 2022

Prémio Sakarov


  A líder indígena brasileira Sonia Guajajara disputa o principal reconhecimento de direitos humanos na Europa, o Prêmio Sakharov, com o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, e o fundador do WikiLeaks, Julian Assange.

Guajajara foi indicada pelo bloco ecologista, que destacou a sua atuação na defesa florestal e na luta pelos direitos indígenas. Guajajara é "inspiradora", segundo a eurodeputada Anna Cavazzini, que alerta: "Os povos indígenas estão sob ameaça, especialmente no Brasil." A líder indígena também já havia sido eleita uma das cem pessoas mais influentes do mundo pela revista Time, em maio deste ano. 

Julian Assange merece o prémio Sakarov. O fundador do Wikileaks,  está em vias de ser extraditado e condenado nos EUA por expor crimes de guerra. É a criminalização de um jornalista que possibilitou o vazamento de informações de interesse público e expandiu o poder da liberdade de expressão contra os poderosos com o advento da internet. A recente revelação de que a empresa de segurança espanhola na embaixada equatoriana em Londres, onde Assange havia recebido refúgio político, era uma frente da CIA que espionava os advogados, médicos e confidentes de Assange foi ignorada. A mais recente divulgação de uma reportagem, reproduzida graficamente pelo advogado de defesa perante o tribunal superior em outubro, de que a CIA planejava assassinar Assange em Londres, também foi ignorada.  Só que a União Europeia não tem espinha dorsal para contrariar os Estados Unidos. O WikiLeaks limitou-se a divulgar o “Assassinato Colateral”, o massacre de 11 civis iraquianos por um helicóptero de guerra norte-americano em Bagdad, inclusive dois jornalistas da Reuters, em 2007. Crime de guerra exposto há mais de uma década, gravado pelo próprio Pentágono, e cujos executores e mandantes permanecem impunes.

Quanto a Zelensky, essa figura inventada pelas empresas americanas de propaganda, incluindo a criminosa agencia do império, nem vale a pena falar. Certamente será ele o distinguido. Vamos apostar?

Os crimes da CIA


(Edward Snowden, ex- analista da CIA, refugiado em Moscovo para não ser morto escreveu um artigo sobre a comemoração os 75 anos da CIA, no 'Continuing Ed' Substack.)

" Nossa brilhante nação de leis celebra este ano dois aniversários: o 70º aniversário da Agência de Segurança Nacional, na qual meus pensamentos foram  registrados , e o 75º aniversário da Agência Central de Inteligência. A CIA foi fundada na esteira da Lei de Segurança Nacional de 1947. A lei não previa a necessidade de os Tribunais e o Congresso supervisionarem um simples mecanismo de agregação de informações e, portanto, subordinavam-no exclusivamente ao Presidente, por meio do Conselho de Segurança Nacional que ele controla.

Num ano, a jovem agência já havia se livrado de seu papel pretendido de coleta e análise de inteligência para estabelecer uma divisão de operações secretas. Dentro de uma década, a CIA estava  dirigindo a cobertura  de organizações de notícias americanas,  derrubando  governos democraticamente eleitos (às vezes apenas  para beneficiar uma corporação favorecida ), estabelecendo  equipamentos de propaganda  para manipular o sentimento público, lançando uma longa série de experimentos de controle mental em sujeitos humanos involuntários (supostamente  contribuindo para a criação do Unabomber ) e — suspiro — interferindo nas eleições estrangeiras . De lá, foi um pequeno salto para escutas telefônicas de jornalistas  e compilação de arquivos sobre  americanos que se opunham às suas guerras .

Como podemos julgar a eficácia final da supervisão e das reformas? Bem, a CIA  planejou assassinar meu amigo , o denunciante americano Daniel Ellsberg, em 1972, mas quase cinquenta anos de “reformas” pouco fizeram para inibi-los de  esboçar recentemente outro assassinato político visando Julian Assange . Colocando isso em perspectiva, você provavelmente possui  sapatos  mais antigos do que o plano mais recente da CIA para assassinar um dissidente.. ou melhor, o plano mais recente  que conhecemos . Se  acreditam que o caso Assange seja uma anomalia histórica, alguma aberração exclusiva da Casa Branca de Trump, lembre-se de que os assassinatos da CIA continuaram em série entre os governos. Obama ordenou a morte de  um americano longe de qualquer campo de batalha e matou seu filho  americano de 16 anos  algumas semanas depois, mas a filha americana do homem ainda estava viva quando Obama partiu.

Neste verão, em um  discurso por  ocasião do 75º aniversário da CIA, o presidente Biden tocou uma nota bem diferente da que fez na Filadélfia, recitando o que a CIA instrui a todos os presidentes: que a alma da instituição realmente está em falar a verdade ao poder. “Recorremos a você com as grandes perguntas”, disse Biden, “as perguntas mais difíceis. E contamos com você para dar sua melhor avaliação despojada de onde estamos. E enfatizo “'sem verniz'”. Mas isso em si é uma variedade de envernizamento – uma cal. Por que razão aspiramos manter – ou alcançar – uma nação de leis, senão estabelecer a justiça? Digamos que temos uma democracia, brilhante e pura. As pessoas, ou em nosso caso algum subconjunto de pessoas, instituem leis razoáveis ​​às quais o governo e o cidadão devem responder. O senso de justiça que surge dentro de tal sociedade não é produzido pela mera presença do direito, que pode ser tirânico e caprichoso, ou mesmo eleições, que enfrentam seus próprios problemas, mas é derivado da  razão e da justiça  de o sistema que resulta.

Você acredita que a CIA hoje – uma CIA livre de todas as consequências e responsabilidades – não está envolvida em atividades semelhantes? Você pode encontrar a presença de suas impressões digitais nos eventos do mundo, conforme descrito nas manchetes, que causam preocupação? No entanto, são aqueles que questionam a sabedoria de  colocar uma organização paramilitar fora do alcance de nossos tribunais  que são considerados “ingênuos”. Por 75 anos, o povo americano foi incapaz de dobrar a CIA para se adequar à lei, e assim a lei foi dobrada para se adequar à CIA. Enquanto Biden estava no palco carmesim, no local onde a Declaração de Independência e a Constituição foram debatidas e adotadas, suas palavras soaram como o grito de um Sino da Liberdade quebrado: "O que está acontecendo em nosso país não é normal. "


"Como a principal agência de inteligência estrangeira do mundo, o trabalho que fazemos na CIA é vital para a segurança nacional dos EUA. Coletamos e analisamos inteligência estrangeira e realizamos ações secretas. Os formuladores de políticas dos EUA, incluindo o Presidente dos Estados Unidos, tomam decisões de políticas baseadas nas informações que fornecemos".

quarta-feira, 21 de setembro de 2022

Woody Guthrie


 

Mobilização geral ou parcial?


Putin anuncia uma mobilização parcial. O que quer isto dizer?  Será uma mobilização que visa apenas pessoal experiente com especialidade militar? No seu discurso refina e amplia a sua crítica ao “Ocidente coletivo” e sua campanha para preservar a ordem unipolar às custas do Sul Global e sua campanha contra a Rússia. No final, afirma: "Em sua agressiva política anti-russa, o Ocidente cruzou todas as linhas. Constantemente ouvimos ameaças contra nosso país, nosso povo. Alguns políticos irresponsáveis ​​do Ocidente não falam apenas em planos para organizar o fornecimento de armas ofensivas de longo alcance à Ucrânia – sistemas que permitirão ataques contra a Crimeia e outras regiões da Rússia. Tais ataques terroristas, inclusive com o uso de armas ocidentais, já estão sendo realizados nos assentamentos fronteiriços das regiões de Belgorod e Kursk. Em tempo real, usando sistemas modernos, aeronaves, navios, satélites, drones estratégicos, a OTAN realiza reconhecimento em todo o sul da Rússia".

segunda-feira, 19 de setembro de 2022

Joe Biden



"Eu não sei por que o presidente dos EUA continua comprometendo verbalmente suas forças armadas com uma terceira guerra mundial contra uma nação com armas nucleares apenas para que ela volte atrás várias vezes pelo governo que ele deveria estar no comando. Isso é apenas uma falha neurológica em um cérebro envelhecido que promoveu a guerra e o militarismo durante todo o seu tempo no cargo 

Essa situação de Taiwan está ficando cada vez mais feia, muito mais rápido do que muitos esperavam, e o presidente da máquina de guerra mais poderosa do mundo é muito estúpido, muito sanguinário, muito descuidado ou muito demente para lidar com a situação com a sensibilidade que merece " 

domingo, 18 de setembro de 2022

Em Samarcanda


 Tweet

See new Tweets

Conversation

ABC News

@ABC

A Russian state news agency says Chinese President Xi Jinping has warned his Central Asian neighbors against allowing outsiders to destabilize them with “color revolutions.

Na cúpula de Samarcanda, Putin falou do esforço do Ocidente para desmantelar a própria Rússia por meio de ações penetrantes e desestabilizadoras, particularmente na vizinha Ucrânia. E agradeceu ao presidente Xi pela abordagem "equilibrada" da China à crise na Ucrânia. Em relação às revoluções coloridas, há muito tempo é a posição do Kremlin que, a partir de 2014, os aliados dos EUA e da NATO patrocinaram o levante Maidan para derrubar o amigo da Rússia Viktor Yanukovych.


sexta-feira, 16 de setembro de 2022

Timothée Chalamet



Fotografado por Steven Meiser, o menino bonito de Hollywood é capa da Vogue inglesa. Cultiva a androgenia, um estilo sem género e um charme de miúdo falsamente ingénuo. Almoçou com Edward Enninful, o entrevistador, num restaurante vegan em Brooklyn. 

Varoufakis

 

Varoufakis sublinha que uma história de liberalização do mercado e dependência do gás russo barato deixou o continente em dificuldades, por sua vez, elevando os custos de energia no Sul Global, à medida que os países europeus mais ricos compram outras fontes de energia. "Mais uma vez, a Europa está exportando miséria para o resto do mundo",  acrecentou.

Esquerda invertebrada


 "As pesquisas para as eleições gerais de 25 de setembro na Itália sugerem que a extrema direita está caminhando para a vitória. Sua oposição de centro-esquerda é fraca e dividida – mostrando o que acontece com uma esquerda que se distancia de sua base operária.

Uma das causas desse resultado provável é a situação sombria do que o fundador da New Left Review , Perry Anderson, chamou de “ esquerda invertebrada ” da Itália . Esta é a terra de Antonio Gramsci e Enrico Berlinguer, e até 1991 tinha o partido comunista mais forte do Ocidente. No entanto, os partidos de esquerda da Itália estão passando por uma profunda crise há mais de uma década.

Hoje, o maior partido que a grande media chama de “esquerda” é o Partito Democratico (PD) – embora muitos contestem que ele pertence à esquerda. Este partido nasceu de uma união bizarra, em 2008, de ex-comunistas e ex-democratas-cristãos, por meio século após 1945 o maior partido do governo. Em poucos anos, ex-democratas-cristãos assumiram o PD, primeiro com Matteo Renzi depois com Enrico Letta, resultando em políticas que muitas vezes prejudicam a classe trabalhadora (por exemplo, aumentar a idade de aposentadoria e se livrar das proteções dos trabalhadores contra demissões). Hoje, os trabalhadores e os habitantes dos bairros mais pobres votam com mais frequência nos partidos de direita do que no PD, cujos eleitores são mais propensos a serem encontrados entre os mais instruídos e ricos". (Guido Liguori é o presidente da International Gramsci Society Italia -Jacobin)

Os bajuladores


"É um vírus mental onipresente em toda a sociedade ocidental. Qualquer um - e eu me refiro a  qualquer um -  que critica agressiva e consistentemente a política externa dos EUA e seus aliados na frente de uma audiência considerável é rotulado de agente russo pelos apologistas do império, e esse consenso é acompanhado pela opinião cada vez maior de que os agentes da Rússia e idiotas úteis devem ser banidos das plataformas ocidentais.

São os críticos do império que valorizam a liberdade de expressão e responsabilizam os poderosos. São os lambe-botas com lavagem cerebral do império centralizado nos EUA que estão pedindo censura e gritando para baixo qualquer um que dirija um feroz escrutínio de oposição às pessoas mais poderosas do mundo.

Alguns de nós compramos esses valores ocidentais que aprendemos na escola, mas não são as pessoas que você foi treinado para esperar. Somos nós, marginalizados, que nos opomos inflexivelmente à censura, à propaganda e à guerra do império contra a imprensa, enquanto trabalhamos continuamente para mostrar a verdade sobre os mecanismos de poder das margens, enquanto somos gritados e acusados ​​de traição por bajuladores convencionais que têm muito mais em comum com os autocratas que alegam se opor, do que com os valores ocidentais que pretendem defender..." (Caitlin Johnstone)

Precipitações


 A ameaça de racionamento de energia em toda a Europa persiste mesmo depois da UE ter realizado uma reunião de emergência na semana passada para evitar a iminente crise de energia no inverno. Os países da UE dependem cada vez mais das importações de energia dos EUA, embora as empresas do xisto tenham alertado que a capacidade de aumentar o fornecimento de petróleo e gás seria um desafio. "Não é como se os EUA pudessem bombear muito mais. Nossa produção é o que é", disse Wil VanLoh, chefe do grupo de Private Equity Quantum Energy Partners, um dos investidores mais proeminentes do xisto, ao Financial Times

"A Europa pode agradecer ao governo Biden por sua guerra contra o esmagamento da indústria de energia dos EUA que levou a desinvestimentos maciços em todo o setor, que prejudicou o crescimento da produção de petróleo e a capacidade de refinação e pressionou / envergonhou o mundo a retirar qualquer alocação de capital para combustíveis fósseis" . ( A imagem é d uma obra do artista David Shriagley.)

quinta-feira, 15 de setembro de 2022

Red Lenine

No leilão da Phillips em Londres que termina hoje, esta serigrafia de Andy Warhol com o título de Red Lenine foi vendido por 75.600 libras. "O vermelho escuro de Lenine Vermelho é tão simbólico para a revolução russa quanto o homem que a liderou". As cores da esquerda tradicionalmente são vermelho e o vermelho e o negro. 


La Poule de Picasso


 "Pablo adorava se cercar de pássaros e animais. Em geral, eles estavam isentos da suspeita com que ele considerava seus outros amigos' —Françoise Gilot. Esta garbosa com a assinatura de Pablo Picasso foi vendida no leilão da Phillips em Londres por 93.9420 libras. Esta gravura é um estudo das variações de marcas que Picasso conseguiu criar por meio das técnicas de água-tinta e ponta seca. 

Ah| Godard










terça-feira, 13 de setembro de 2022

O declínio imparável

Bloomberg: Com Liz Truss no poder , o Reino Unido arrisca a ser exposto ao ridículo. 

Depois da chegada da nova primeira-ministra Liz Truss ao poder no Reino Unido, o país corre o risco de não conseguir superar toda uma série de crises complexas, defende o antigo redator-chefe do Daily Telegraph e do London Evening Standard, o colunista da Bloomberg Max Hastings.

As sondagens no Partido Conservador demonstram que os seus membros comuns prefeririam ficar com  Boris Johnson, embora em desgraça. O estimado colunista e ex-parlamentar dos Conservadores, Matthew Parris, que fez o estágio político junto do gabinete da primeira-ministra Margaret Thatcher, caracteriza a nova chefe do governo de maneira severa: 'Ela é louca'", afirma Hastings. Hoje, a ascensão de Liz Truss a Downing Street no meio à queda da libra esterlina e à perspetiva de um inverno de descontentamento industrial e social representa um momento histórico. O Reino Unido está perante o perigo de ser humilhado, mas, o que é ainda pior, pode ser exposto ao ridículo", concluiu o autor. (A imagem é de uma obra de David Hockney)



Oliver Laric


A galeria Pedro Cera inaugura no dia 16 de Outubro, uma exposição intitulada Exoskeleton do artista austríaco Oliver Laric que, através da escultura e do vídeo, explora o consumo e a produção de imagens na era da internet. Modificando fotografias, animações e esculturas pré-existentes para questionar autoria e originalidade. "As suas esculturas digitalizadas em 3D desafiam a nossa compreensão da arte e dos modos convencionais de institucionalização das artes, incluindo as complexas ambiguidades legais de direitos autorais e direitos de uso. Seu esforço para tornar a arte tradicionalmente trancada no espaço do museu, acessível a uma sociedade cada vez mais digital, independentemente de fronteiras sociais, geográficas ou culturais, por um lado, desafia os modos tradicionais de institucionalismo da arte, enquanto, por outro, democratiza a arte por despojando-o das restrições da propriedade privada. A natureza antropomórfica, característica da obra de Laric, é então sugestiva de um interesse mais amplo pela hibridização da matéria e da vida". 

O título da exposição "Exoskeleton", que já foi apresentada este ano na China, refere-se ao processo de digitalização orientado à superfície em que os objetos de Laric são produzidos, as estruturas de conchas de armaduras nas esculturas e os escudos protetores de insetos ou animais, retratados repetidamente nos seus vídeos. Um "exoesqueleto" marca um limiar entre dentro e fora, vida e morte,  num nível filosófico, entre forma e conteúdo. Este termo também parece apropriado para descrever o processo de produção desta exposição. Segundo Martin Germann, o curador da exposição de Xangai.

O mundo actual

Nesse pequeno e instigante tratado, o professor de Filosofia e Estudos Culturais da Universidade de Berlim dialoga com o pensamento de Nietzsche, Benjamin, Heidegger, Foucault, Agamben e outros pensadores para sondar as enfermidades produzidas pelos dispositivos de poder das sociedades neoliberais do mundo contemporâneo.

No segundo capítulo, “Além da sociedade disciplinar”, o filósofo descreve
No livro "A Sociedade do Cansaço" o filósofo Byung-Chu Han, professor de Filosofia e Estudos Culturais da Universidade de Berlim dialoga com o pensamento de Nietzsche, Benjamin, Heidegger, Foucault, Agamben e outros pensadores para sondar as enfermidades produzidas pelos dispositivos de poder das sociedades neoliberais do mundo contemporâneo. "A sociedade disciplinar de Foucault, feita de hospitais, asilos, presídios, quartéis e fábricas, não é mais a sociedade de hoje. Em seu lugar, há muito tempo, entrou uma outra sociedade, a saber, uma sociedade de academias de fitness, prédios de escritórios, bancos, aeroportos, shopping centers e laboratórios de genética. A sociedade do século XXI não é mais a sociedade disciplinar, mas uma sociedade de desempenho".  Diz o autor que "resgatar o ócio e a contemplação, eis os elementos reparadores do nervosismo e da histeria do mundo contemporâneo" onde as doenças neuronais abundam cada vez mais.


Andrew W. K


 

A deriva

O jornalismo atual tornou-se um asco. Sensacionalista, medíocre, manipulador, uma trampa. Temos de chamar as coisas pelos nomes. O terrível é que influencia quem não sabe pensar e vive instalado na fantasia. Faz falta uma boa provocação.

Omar Souleyman


 

segunda-feira, 12 de setembro de 2022

Brad Pitt

Brad Pitt e Ana de Armas na passadeira vermelha do Festival de Veneza. O ator que esteve envolvido com a produção de "Blonde", filme protagonizado pela atriz cubana, não lhe poupou elogios. Ao Entertainment Tonight,  chegou a dizer que Ana estava "fenomenal no filme" onde interpreta o papel de Marilyn Monroe. "Estamos desenvolvendo esse filme há 10 anos. Foi só quando encontramos Ana que conseguimos levar para a frente", disse Brad Pitt, o homem mais sexy do planeta.

domingo, 11 de setembro de 2022

Revistas






 

Javier Marias (1951-2022)

Faleceu  escritor espanhol Javier Marias. Tinha 70 anos e uma obra literária muito consistente. 

Nick Cave and the Bad Seeds


 

sábado, 10 de setembro de 2022

Legado sangrento


 "Vamos primeiro prestar homenagem aos grandes arsenais de estupidez à disposição do Estado britânico. Começa com o formalismo vazio". Horas de transmissão televisiva ao vivo da morte da rainha. O ridículo protocolo, uma procissão de piedade imbecil, o fado british, os perseguidores de celebridade que correm para o portões do palácio de Buckingham. O espetáculo kitsch que oficialmente durará dez dias . A homenagem do mundo capitalista. A reaça patética Liz Truss fez o seu discurso de circunstância.  

"O presidente Joe Biden  disse que a rainha “definiu uma era” de “dignidade incomparável” no Reino Unido. Para muitos, particularmente no Ocidente global, o reinado de 70 anos da rainha foi marcado pela estabilidade e diplomacia; sob Elizabeth, a família real se esforçou para se distanciar da política do país e da longa história colonial da monarquia. Mas para milhões de pessoas que viveram e ainda sofrem as consequências do brutal colonialismo e racismo da Família Real, tanto no exterior quanto no Reino Unido, o legado da Rainha continuará vivo na forma do governo violento e duradouro que a Família Real supervisionou e ainda lucra". (Trouhout)

quarta-feira, 7 de setembro de 2022

Chris Hedges e a censura


 

Os oligarcas franceses


"Magnatas franceses enfrentam crescente escrutínio sobre o uso de jatos particulares até para os voos mais curtos. A cúpula do grupo de lobby empresarial disse:  Vamos evitar respostas simbólicas e chamativas, cujo impacto real de carbono é insignificante ou muito baixo”, alertou Geoffroy Roux de Bézieux, presidente do lobby empresarial mais poderoso da França, Le Mouvement des Entreprises de France (MEDEF), em 30 de agosto. Todos vocês sabem a que estou me referindo.” seus interesses em primeiro lugar. Roux de Bézieux estava se referindo a um dos escândalos salutares que conseguiram furar o ciclo noticioso francês nos últimos tempos: os jatos particulares. No meio a uma onda de calor recorde no verão – que, após uma seca prolongada, deixou grandes partes do país expostas a violentos incêndios florestais – os usuários de media social começaram a divulgar os itinerários de voos de executivos de empresas.

Um deles foi o indivíduo mais rico da França, Bernard Arnault, que em 25 de maio tomou um voo de dez minutos para Londres de uma das suas propriedades a oeste da capital britânica. Somados, os dezoito voos realizados naquele mês por Arnault, dono do conglomerado de artigos de luxo LVMH, emitiram cerca de 176 toneladas de carbono. Números da coligação de esquerda Nouvelle Union Populaire Écologique et Sociale (NUPES) renovaram os pedidos de proibição de jatos particulares, acusando o governo de tomar soluções de band-aid para a crise ambiental, enquanto a Europa Ocidental se prepara para um inverno sem energia. “Um jato [privado] é dez vezes mais poluente do que um avião padrão”, disse o líder verde Julien Bayou ao FranceInfo no final de agosto. “Então, é hora de eles serem banidos, porque estão literalmente nos envenenando.” (Harrison Stetler- Jacobin)

terça-feira, 6 de setembro de 2022

O pesadelo europeu

"Tivemos uma sensação muito chocante dos números impressionantes envolvidos na crise existencial e incapacitante europeia hoje cedo, quando a gigante norueguesa de energia Equinor ecoou o que o economista Zoltan Pozsar disse em março, alertando que “o comércio de energia europeu corre o risco de parar , a menos que os governos estendam a liquidez para cobrir chamadas de margem de pelo menos US$ 1,5 trilião. " Como a Bloomberg colocou, em sua melhor imitação não-Zoltan, "além de inflar contas e aumentar a inflação, a maior crise de energia em décadas está sugando capital para garantir negócios em meio a oscilações de preços selvagens. Isso está pressionando as autoridades da União Europeia a intervir para evitar que os mercados de energia fiquem estagnados."

"Por outras palavras, grandes quantidades de financiamento recém-impresso (porque com os rendimentos explodindo, o estímulo fiscal da Europa terminará antes de começar, a menos que os bancos centrais interfiram e apoiem os mais recentes planos de resgate da hiperinflação de energia) serão necessários para evitar um desastre energético. Infelizmente, o número final será ainda maior, porque durante a noite a equipe de pesquisa do Goldman Sach publicou uma nota obrigatória ( disponível para subs profissionais ), na qual o banco analisou a escala do desafio da conta de energia, as possíveis respostas do governo europeu e as implicações da indústria, e quantificou o dano total. Os números são impressionantes. De acordo com o Goldman Sachs, as contas de energia domésticas italianas podem subir de 150 para 600 Euros em 2023". (Zero Hedge)

 

Timothée Chamalet

Timothée Chamalet no 79º Festival de Cinema de Veneza. Errou em direção ao casual, sendo visto em tudo, desde Heaven por Marc Jacobs e camisetas vintage de David Bowie, até um visual de Hedi Slimane para Celine (outro favorito de Chalamet) com um deliberadamente incompatível Cardigan de crochê com broche de cristal, short camuflado, relógio Cartier em ouro branco e safira e camiseta em homenagem à banda britânica de rock gótico Bauhaus

Restaurante Zaytinya



 Discos de vidro azul, pingentes de linho pintados à mão e cortinas ombre foram combinados pelo estúdio de design Rockwell Group para evocar a costa do Mediterrâneo no restaurante Zaytinya em Nova Iorque que abriu em Julho dentro do novo Ritz-Carlton Hotel no bairro NoMad de Manhattan. Está instalado uma torre projetada por Rafael Viñoly .O menu criado pelo chefe José Andrés apresenta pratos de estilo mezze com influências das cozinhas turca, grega, libanesa e italiana.


A imagem


 A modelo brasileira Gisele Bundchen, fotografada por Mário Testino para a Vogue France de 2001.

Chris Hedges



 

segunda-feira, 5 de setembro de 2022

As manobras do costume


 "Um expurgo de contas de bots pró-EUA no Facebook e Twitter deu lugar a uma visão interna da propaganda secreta nas mídias sociais. Em um novo relatório , o Stanford Internet Observatory (SIO) e o Graphika analisam essas contas pró-América, incluindo o tipo de conteúdo que compartilhavam e a influência insignificante que tinham.

Em julho e agosto, Twitter, Facebook e Instagram removeram mais de 100 contas que espalhavam mensagens pró-EUA no Afeganistão, Ásia Central e Oriente Médio. As contas – incluindo pessoas falsas com imagens geradas por meio de inteligência artificial, bem como agências de notícias falsas – foram expulsas do Twitter por violar suas políticas de “manipulação de plataforma e spam” e do Facebook por “comportamento inautêntico coordenado”. As empresas de tecnologia forneceram uma parte desses dados da conta para a SIO e a Graphika. “Os conjuntos de dados das plataformas parecem cobrir uma série de campanhas secretas durante um período de quase cinco anos , em vez de uma operação homogênea ”, observa o relatório SIO/Graphika, intitulado “UNHEARD VOICE: Avaliando cinco anos de operações de influência secreta pró-ocidente.

 " Essas campanhas " avançavam consistentemente narrativas que promoviam os interesses do Estados Unidos e seus aliados enquanto se opõem a países como Rússia, China e Irão." - Reason magazine( A imagem é uma obra de Philip Guston)

domingo, 4 de setembro de 2022

Taylor Russel

Taylor Russel num volumoso vestido Balenciaga na passadeira vermelha da Bienal de Veneza para a estreia de Bones and All, o filme realizado por Luca Guadagnino . Contracena com Timothée Chalamet numa história de terror romântico que aborda temáticas como canibalismo, amor e ostracização.

sábado, 3 de setembro de 2022

Celine

Fall-Winter Women 2022-2023.  Celine by Hedi Slimane. Elegante, um pouco retro com um toque de nostalgia rocker. 

Hedi Slimane




Hedi Slimane, diretor artístico da Celine fotografou o americano songwriter Gus Papperton para  uma campanha da marca intitulada Spring Star. A série chamada Portrait a Performer incide no músico que tem um sentido de moda invejável e um som que "reverbera nos ouvidos com um efeito melífluo. Gus Papperton  tem 24 anos e é um artista alternativo.